12 perfis no instagram que vão te inspirar a reduzir o lixo

Dia primeiro de março e eu comemoro uma conquista! Pela primeira vez na vida, passei um mês inteiro conscientemente sem fazer supermercado (já aconteceram outras vezes, mas eu vivia de estoque). Desta vez, eu não havia estocado nada, não havia preparado suprimentos. Nada. Estava apenas ensaiando consumir menos embalagens, consumir mais produtos locais, observar mais minha forma de gastar dinheiro.

Uma amiga fez o trato comigo: faremos o mês de fevereiro sem supermercado. Nem tinha sido ideia dela. Algum blog/portal/organização tinha lançado a chispa e a gente pagou pra ver. Passamos a comprar comida nos mercadinhos locais, fazer mais troca entre amigos. Usar as plantinhas que temos em casa (são poucas, mas são deliciosas). Descobri as coisas que estavam esquecidas no fundo da minha despensa e inventei receitas! Virei a rainha dos pratos rápidos com coisas encontradas no armário, afinal a ideia não era evitar supermercado para pedir comida pela telefone, né. Isso fica pra uma próxima conversa.

Há um tempo comecei a me interessar pela ideia de minimalismo, depois de vegetarianismo e daí para a redução da produção de lixo foi um pulo. No meu trabalho como jornalista, já fiz vários testes para o jornal da minha região sobre ficar uma semana sem produzir lixo, ou produzir meus próprios cosméticos, essas coisas. Algumas ideias funcionavam, outras eu não conseguia direito. Mas o que mais me atrai nas pessoas que estimulam essa forma diferente de consumir e viver é o jogo de cintura. São pessoas (mais mulheres que homens, mas também vemos homens) engajadas em inspirar um exemplo muito mais que em doutrinar e te fazer mudar de uma hora pra outra. Como diria meu pai: “ninguém é achocolatado instantâneo”. Beijo, pai!

Mudanças podem demorar para serem realizados, mas precisam acontecer. Em relação à quantidade de lixo que produzimos é realmente um pouco mais urgente, mas vamos lá! Não vou pedir para você parar de uma hora para a outra de tomar água no copinho plástico ou de comprar produtos em embalagem. Não! Aqui vamos pedir o mesmo que estamos pedindo à nós mesmos: o interesse pelo tema e o esforço para fazer o melhor que pudermos com os recursos que temos (tem gente que mora em cidade que tem mais feira, tem gente que mora em cidade onde é mais difícil o acesso aos produtores locais, cada um sabe dos recursos que tem).

E para ajudar, descobrimos uma turma linda que relata seus ensaios e descobertas por menos desperdício nos instagrans:
1. @por_favor_menos_lixo (em português)

menos lixo canudo

 

 

 

 

 

 

 

 

Karin, criadora deste insta é minha maior inspiração para o tema. Sem dúvida! Além de ser uma pessoa superdivertida e criativa, ela mostra como contornar situações em diversos momentos da vida, desde obra em casa até viagens de avião. Foi ela a primeira pessoa que me fez repensar a necessidade de fazer compras em supermercado. Eu nunca tinha me questionado sobre isso, você já? Não é à toa que ela se define como ativista de questionamento. Acho perfeito ! São questões que não nos ocorriam antes e por isso continuávamos sem realizar mudança alguma.

 

2. @fecanna (em português)

vinagre de maçã

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa moça é um dicionário Zero Waste. Ela sabe a origem de tudo, o processo de tudo, as consequências de tudo. Mas falando assim pode parecer que ela é arrogante. Pelo contrário, é extremamente generosa e paciente para explicar. Ela deixa todas as receitas de produtos no instagram e site dela. Faz stories bem didáticos, além de ter um feeling para design que eu ainda vou aprender.

 

3. @menos1lixo (em português)

 

 

 

 

 

 

 

 

A Fe Cortez é talvez a moça mais famosa do movimento menos lixo no Brasil. Além de seu instagram cheio de dicas, ela tem um canal no youtube muito legal onde você pode aprender desde a usar melhor a sua composteira até a definir um estilo mais inteligente para seu armário-cápsula.
4. @casasemlixo e @menoslixo.emfamilia (os dois em português)

casasemlixo

 

 

 

 

 

 

 

 

Adoro quando uma casa toda entra no desafio. Foi o que aconteceu com essas duas famílias que possuem dois instagrans que acompanho. Nos dois, podemos ver reflexões, ideias e o dia a dia de uma turma que está se esforçando para criar um planeta mais verdinho. Vemos também alguns desafios como um mês sem pão industrializado, ou o mês da limpeza natural. Tudo isso incluindo as crianças e tornando a proposta uma coisa bem mais divertida.
5. @reviewslowliving (em português)

slowliving

 

 

 

 

 

 

 

 

Equipe responsável por apresentar as possibilidades infinitas do slow living para mim. É deles a ideia de um guia que começou em Belo Horizonte e hoje abrange grande parte do Brasil. Um guia que mostra onde as pessoas podem consumir e viver experiências com menos impacto para o meio ambiente e o ambiente social. Eles também contam suas experiências com minimalismo e menos lixo.

 

6. @zerowastehome (em inglês)

zerowaste

 

 

 

 

 

 

 

 

A criadora do conceito Zero Waste (desperdício zero) Bea Johnson e toda sua experiência nos passos que ela sugere de recusar, reduzir, reutilizar, reciclar, reaproveitar e compostar. É dela a ideia de mostrar que a casa inteira produzia apenas um potinho de lixo por ano.

 

7. @umanosemlixo (em português)

umanosemlixo

 

 

 

 

 

 

 

 

Todos os utensílios e receitas para uma vida sem lixo são mostrados de forma didática e prática pela Cristal Muniz. Cristal já era famosa e ficou ainda mais conhecida depois que apresentou a receita de um lava-tudo com sabão de coco no canal da celebrada youtuber JoutJout.

 

8. @seloeureciclo (em português)

reciclo

 

 

 

 

 

 

 

 

Para aprender o que acontece com o lixo, para onde ele vai e para onde ele poderia ir. Para quem ama um “você sabia?”, esse instagram vai te fazer a pessoa mais legal das conversas na mesa de jantar.

 

9. @lixodepraia (em português)

lixodepraia

 

 

 

 

 

 

 

 

Manifesto fotográfico sobre a poluição nas praias. Se você visse o tanto de canudinhos que ela coleta…

 

10. @menoslixo_porfavor (em português)

menoslixo

 

 

 

 

 

 

 

O jornalista Daniel Navarro conta como mudou sua relação com o consumo e a produção de lixo. Ele tem um blog de mesmo nome.
11. @nãoselixe (em português)

bituca

 

 

 

 

 

 

 

 

Nem todo resíduo é lixo, mas todo lixo tem dono, toma que é teu, é meu, é nosso. É assim que ela se apresenta. Um instagram cheio de dados e pesquisas, para quem quer, por exemplo, saber os motivos do glitter ter sido tão vilanizado no último carnaval. Não foi à toa, infelizmente…
12. @trashisfortrossers (em inglês)

trash

 

 

 

 

 

 

 

 

Lauren é uma das grandes embaixadoras da ideia de Lixo Zero. Há anos estudando e falando do assunto, essa jovem é uma referência para qualquer um que quer começar.

 

***

IMG_6832(*) Diorela Kelles cresceu numa grande cidade, Belo Horizonte. Lá ela aprendeu a ser comunicóloga e advogada. Mas foi numa cidade pequena, para onde se mudou aos 30 anos, que ela aprendeu mais sobre a vida em comunidade, e a importância de cuidar dos ciclos dos quais todos fazemos parte. Hoje ela escreve para unir tudo que aprendeu, tentando espalhar boas ideias e criar correntes de ações. www.escrevo.me

**

Lembrando que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse. A gente acredita que a transformação vem através de bons exemplos, e para continuar trabalhando com um time incrível mais os equipamentos e deslocamentos necessários, contamos com você. Conheça a nossa campanha de financiamento (https://apoia.se/porquenao)

Comente aqui!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *